Você está aqui: HomeDiário de BordoExpedição Egito 2010EXPEDIÇÃO EGITO 2010Dia 26/04/2010 - 4° dia - CAPITAL CAIRO - EGITO

Dia 26/04/2010 - 4° dia - CAPITAL CAIRO - EGITO

4º dia
26 de Abril de 2010
CAIRO – EGITO - ÁFRICA

                       Evidentemente, a grande atração da cidade e do país são as Pirâmides de Gizé, assim chamadas porque foram construídas no planalto de Gizé, a uns 20 quilômetros ao sudoeste da capital Cairo. São as únicas remanescentes das Sete maravilhas do mundo. As pirâmides foram erguidas pelo faraós Quéops, Quéfren e Miquerinoshá cerca de 2700 a.C..
                        Como não podia ser diferente, saímos bem cedo para conhecer as maravilhas, pois já tínhamos contratado o mesmo guia e o carro em que fomos para Alexandria. Logo que chegamos já saiu o comentário, “olha, aí estão elas, aquelas que víamos nos livros da escola”. 

                       pirâmides

                      A Pirâmide de Quéops foi construída para acolher o sarcófago do faraó Quéops, também conhecida como a Grande Pirâmide, é o monumento mais pesado que já foi construído pelo homem. Possui aproximadamente 2,3 milhões de blocos de rocha, cada um pesando em média 2,5 toneladas e com mais de 146 metros de altura.

                  pirâmide

                 Ficamos nos perguntando, como essas enormes construções foram erguidas, como blocos de granito cada um pesando em média 2,5 toneladas e trazidos de longe foram erguidos a essa altura. Chegamos a uma conclusão que acreditamos ser certa, dois recursos eles tinham e eram abundantes, mão-de-obra e tempo.
                Contou-nos o guia, que apenas a preparação do platô de Gizé levou uma década e a construção da pirâmide mais duas, tendo por volta de 100.000 homens trabalhado na construção da Grande Pirâmide de Queóps.
              
 Outra curiosidade a nós citada,  foi a impressionante precisão "topográfica" dessas construções. Na Pirâmide de Quéops, a base não apresenta variação de nível superior a 2,5 cm e os lados da base variação de comprimento superior a 20 cm. Igualmente precisa é a orientação das faces da pirâmide aos quatro pontos cardeais. São fatos realmente muito curiosos porque se supõe que naqueles tempos não havia nenhuma tecnologia de apoio.  Vai sabê......

                        piramides

                    A Pirâmide de Quéfren  foi construída pelo Faraó Quéfren, que era irmão do faraó Quéops. Quéfren ordenou que fosse construída sua pirâmide que hoje é, em tamanho, a segunda maior pirâmide do Antigo Egito. Majestosa e imponente como a de Queóps, foi revestida de pedra calcária e granito vermelho restando apenas uma parte no topo ainda revestida devido à ação do tempo.

                        piramide
                       
                       
 Tivemos a oportunidade de entrar na Pirâmide de Quéfren, a entrada e o corredor são muito baixos e com cerca de 90 cm de largura, logo que entramos começou uma descida acentuada de uns 30 metros, e por inúmeras vezes batemos a cabeça no teto de granito do corredor por ser muito baixo. No final da descida mais um corredor de uns 20 metros já mais alto e com algumas saídas laterais sem acesso ao público. Acabando esse corredor começou outro igual ao primeiro, estreito e baixo por mais uns 30 metros até chegar  ao interior da câmara funerária e o sarcófago do rei que mede em torno de 2 metros. Na volta para evitar a cabeça no teto resolvemos descer os corredores de costa, acho que deu azar, pois perdemos todas nossas melhores fotos das pirâmides. No interior dela não foi permitido fotografar.

                         esfinge

                        Próximo de onde foi erguida a pirâmide de Quéfren havia um conjunto rochoso, que foi aproveitado para que se esculpisse a famosa Esfinge de Gizé, monumento que representa o faraó sentado em seu trono.

                        esfinga

                        esfinge     

                      O sol é realmente quente, dava dó dos camelos ali parados o dia todo naquele deserto árido e ainda levando chicotadas  daqueles egípcios malas e xaropes.

                        camelos

                     Se olhássemos para eles já era motivo para sair atrás e pedir dinheiro. Nessa foto o xarope percebeu a foto e não foi fácil se livrar dele. Só parou quando o mano Ita fez cara de Bravo, rsrsrs.

                        camelos

                       O Museu Egípcio é o mais importante museu do Egito. Situado no Cairo, a coleção do museu é composta por um imenso leque de mais de 136.000 antiguidades egípcias, reencontradas nas inúmeras escavações que se fizeram e fazem no Egito.
                     
O museu abriu as portas ao público no ano de 1858. Em 1900, o museu foi mudado para um palácio na Praça Tahrir, onde permanece até aos dias de hoje. O museu é especialmente conhecido pelo tesouro do faraó Tutankhamon, que se conserva no seu interior.

                         museu do cairo 

                          Na frente do Museu tem uma fonte cheia de duas espécies de plantas, o Papiro e o Lótus . O papiro era o símbolo do Baixo-Egipto, enquanto o lótus era o símbolo do Alto-Egito. O papiro é encontrado nos pântanos da região do Delta no norte do Egito. É uma planta que precisa de grande quantidade de água e mede quase 2 m. de altura. 

                        lotus
                        Lotus na água

                       No Egito Antigo os papiros eram usados para fazer papel para escrever, sandálias, e barcas etc. Enquanto o lótus se encontrava no sul do país (chamado alto-Egito). A flor de Lótus foi o símbolo da ressurreição, e além do papiro.

                        papiro
                        Papiro no centro

                      Todas essas peças encontradas na tumba de Tutankhamon estão no Museu do Cairo. Tutankhamon foi um faraó do Antigo Egito que faleceu ainda na adolescência. Casou-se aos 10 anos,  assumiu o trono quando tinha cerca de doze anos, e morreu em 1324 a.C., aos dezenove, sem herdeiros , com apenas nove anos de trono .

                                          mascara
                                          Máscara de Tutankhamon no museu do Cairo

                      
Devido ao fato de ter falecido tão novo, o seu túmulo não foi tão suntuoso quanto o de outros faraós, mas mesmo assim é o que mais fascina a imaginação moderna, pois foi uma das raras sepulturas reais encontradas quase intacta. Ao ser descoberta e aberta, em 1922, ela ainda continha peças de tecidos, ouro, mobilias, jóias e textos sagrados que revelam muito sobre o Egito de 3.400 anos atrás. Vamos visitar a tumba de Tutankhamon que esta no Vale dos Reis quando passarmos por Luxor. Infelizmente não temos fotos do interior do museu, pois não é permitido fotografar.

                     
Saímos do museu e fomos direto para o aeroporto para pegar o avião para Sharm El Sheikh, que dá 1 hora de voo sobre o Mar Vermelho, até chegar à cidade dos mergulhadores. No avião já encontramos muitas pessoas de vários países que também estavam indo para Sharm mergulhar.

                        mapa
                      Mapa trajeto Cairo Sharm El Sheikh

                           Finish 

Comentários  

 
Neuza e Tinho - Francisco Beltrão
0 # Neuza e Tinho - Francisco Beltrão 11-06-2010 16:58
Viva o COMPADRE!!!! Um show as fotos da viagem parap Egito. Olhamos rapidamente e já ficamos encantados!!! Você é um maluco maravilhoso !!!
Responder | Responder com citação | Citar
 

Adicionar comentário / Add Comment / Añadir Comentarios

Gostou do nosso site? Deixe seu comentário! Ele será publicado após a aprovação.


Share on Myspace
Voltar ao Topo