Você está aqui: HomeDiário de BordoExpedição Egito 2010EXPEDIÇÃO EGITO 2010Dia 27/04/2010 - 5º Dia - SHARM EL SHEIKH - TEMPLE & NEAR GARDEN

Dia 27/04/2010 - 5º Dia - SHARM EL SHEIKH - TEMPLE & NEAR GARDEN

5º dia
27 de Abril de 2010
SHARM EL SHEIKH -  MAR VERMELHO
LOCAL: THE TEMPLE e NEAR GARDEN

                     Ainda à noitinha, chegamos ao aeroporto de Sharm El Sheikh, com mais 1 hora de fuso, agora 6 em relação ao Brasil. Tínhamos uma pequena ideia do que iríamos encontrar em Sharm El Sheikh pelo que havíamos visto em sites.  No entanto, bastou apenas alguns quilômetros com a Van do hotel Camel Dive que estava nos esperando, para perceber o quanto estávamos enganados.  Sabíamos que a região de Sharm é um dos melhores lugares do mundo para mergulhar, mas não tínhamos nenhuma esperança quanto à cidade.  Na entrada já víamos Cassinos e Resorts daqueles mundialmente conhecidos e muitos outros igualmente charmosos, mas nenhum desses era o nosso, rsrsr.

                      CASSINO

                     O nosso hotel  não era um resort, mas por pura sorte acreditamos que era o mais bem localizado, no coração de Sharm El Sheikh, onde tudo acontece.

                        HOTEL CAMEL DIVE

                       O Hotel Camel Dive foi escolhido pelo fato de que em anexo tem uma Operadora de Mergulho que faz saídas todos os dias para o Mar Vermelho.  Logo que chegamos ao hotel, tomamos um bainho e saímos para dar uma caminhada no calçadão, não foi nada difícil, era só sair da porta do hotel e estávamos nele.  Anexo ao hotel tem um restaurante  Tailandês  e um Italiano, no calçadão, onde jantamos. Em Sharm El Sheikh os costumes são bem mais liberais que no Cairo. Aqui podemos beber uma cervejinha no calçadão na boa.

                       CALÇADÃO SHARM

                      Logo cedo, fomos à Escola de Mergulho para acertar nossas saídas, o aluguel de equipamentos, cadastro, etc.  Apresentamos nossas carteiras de habilitação ao mergulho, experimentamos as roupas e equipamentos, e recebemos nossas caixas numeradas que nos acompanharão durante os 5 dias de mergulho.

                      PORTO NAAMA BAY

                     Foi o tempo de fazer os trâmites e já nos dirigimos ao porto de Naama Bay para pegar o barco, que nos levou para o nosso primeiro mergulho local na costa para adaptação ao Mar Vermelho e para que os instrutores nos avaliassem para ver se poderíamos ou não fazer mergulhos mais complicados.

                        BARCO

                        BARCO

                   Os barcos são preparados para mergulhadores, sempre super limpos,  organizados e confortáveis, nele almoçamos e não nos cansamos de curtir a paisagem durantes as  idas e voltas.

                         MAR VERMELHO

                          Nosso primeiro mergulho do dia foi num local chamado The Temple e o segundo mergulho, após o meio dia foi  no Near Garden. De cara já deu para perceber porque dizem que esse é um dos melhores lugares do mundo para se mergulhar, a água é muito limpa, a visibilidade no fundo do mar é grande e o melhor de tudo é que a água não é fria. 

                       THE TEMPLE

                      The Temple está localizado em um extenso platô de areia, entre 6m e 30m de profundidade, erguem-se três grandes colunas de corais que lembram templos antigos, o que certamente terá dado origem ao nome do local. É um dos pontos de mergulho mais populares e seguros de Sharm, pois sua localização, protegida dos ventos e das correntes, permite que se mergulhe em qualquer condição de tempo e mar.
                       VISIBILIDADE
                       De cima do barco dá para ver o fundo do mar a uns 10 metros.

                      Bom,  já nos explicando, nós já não somos bons fotógrafos nem fora da água, imagine dentro dela então, e ainda com a máquina fotográfica que foi conosco para o Deserto do Atacama, para o Ushuaia e também para o México.  É lógico que as fotos saíram e vão continuar saindo meia boca, mais pra menos que pra mais.

                        PEIXES

                       Infelizmente, sem equipamento adequado nem categoria para tanto, as nossas fotos  não conseguirão revelar toda a visibilidade e qualidade de cores que encontramos no fundo do mar. Lamentavelmente, pois é tudo muito claro, limpo e colorido.

                      PEIXE
 
                     Mergulhamos numa encosta de recifes, os corais são muito coloridos.

                      CORAL

                       RAMIR
                       Mano Ramir fazendo pose.

                        TOCO E JACIR
                         Toco e Jacir

                        PEIXE

                        CORAL

                        ARRAIA PINTADA

                      Arraia pintada de azul.

                      De volta a Sharm El Sheikh, depois de alguns passeios pela redondeza, descobrimos mais alguns points. Uma das mais badaladas danceterias, a Pacha  (bem no ladinho do nosso Hotel),  que está presente nas principais cidades do mundo, inclusive noBrasil.

                        PACHA


                       Mais uma voltinha e nos deparamos com o também famoso Pub Hard Rock, tá bem fácil de se acostumar com essa vida aqui no Egito.

                        HARD ROCK


                         MAPA
                         Mapa da localização de Sharm El Sheikh na Península do Sinai.

                           Finish

Adicionar comentário / Add Comment / Añadir Comentarios

Gostou do nosso site? Deixe seu comentário! Ele será publicado após a aprovação.


Share on Myspace
Voltar ao Topo