Você está aqui: HomeDiário de BordoExpedição Egito 2010EXPEDIÇÃO EGITO 2010Dia 01/05/2010 - 9º Dia - SHARM EL SHEIKH - BLUE HOLE e CANYON

Dia 01/05/2010 - 9º Dia - SHARM EL SHEIKH - BLUE HOLE e CANYON

9º dia
01 de Maio de 2010
SHARM EL SHEIKH - MAR VERMELHO – DAHAB 
LOCAL:  BLUE HOLE e CANYON

                         Bem cedo arrumamos as tralhas e pegamos a Van da Camel Dive para viajar em torno de 120 km pelo árido deserto Egípcio até chegar a pequena Dahab. Uma antiga vila de hippies que hoje virou um reduto de mergulhadores, Dahab é um relaxamento total, vários barzinhos largados à beira do Mar Vermelho, fundo do mar maravilhoso, praia semideserta, pousadinhas na beira da praia.
                       Para mergulhar em Dahab não se usa embarcações, na sua grande maioria são realizados ao longo da costa. O mais interessante no mergulho em Dahab é poder chegar a qualquer hora e mergulhar sem preocupação de horário.
                      Chegamos até um ponto à beira do mar e seguimos andando até o lugar onde nossas caixas estavam a nossa espera.

                        Blue Hole

                        Á beira do Mar há algumas barracas para que os mergulhadores possam se esconder do sol e arrumar seus equipamentos.

                        BLUE HOLE

                       Logo que chegamos, já encontramos em cima de um tapete nossas caixas com os equipos, tratamos de colocar logo porque o sol era muito quente e certamente pegaríamos aquela corzinha de pantera cor de rosas, se ficássemos expostos.

                        NÓS COM A POLY
                       
Nós e nossa guia de mergulho Poly.

                      
Já prontos e equipados, apenas com as nadadeiras na mão, saímos caminhando pela beira do mar mais uns 100 metros até chegar ao nosso ponto de mergulho, o Blue Hole.
No caminho passamos por uma encosta onde se encontra um memorial aos mais de 50 mergulhadores que já morreram no Blue Hole por terem desrespeitado o limite de 40m de profundidade, o que é extremamente perigoso num mergulho. Muito animador esse memorial, a uns 20 metros antes de a gente iniciar o mergulho.

                        MEMORIAL   
                        Memorial aos mergulhadores mortos no Blue Hole.

                        BLUE HOLE
 
                       
Logo chegando ao Famoso Blue Hole, é um lugar incrível, a poucos passos da areia, digo, pedras, está um enorme buraco de 130m de profundidade que atrai multidões de mergulhadores de vários países.
                        Este é um dos lugares mais perigosos do mundo para mergulhar. O motivo disso é uma passagem (conhecida como "the arch", “o arco”) a 30mt que é uma verdadeira armadilha, mesmo para mergulhadores experientes. Essa passagem liga o buraco para o mar aberto.  Como a profundidade é grande e não se consegue ver o fundo do mar, o mergulhador se distrai com a beleza dos corais do paredão, e acaba descendo a maiores profundidades. Em profundidades maiores, o mergulhador começa a sentir os efeitos da narcose por nitrogênio, deixando-o com sintomas semelhantes à embriaguez, o que é extremamente perigoso num mergulho.

                        BLUE HOLE

                      
Essa é a entrada do Blue Hole, sentamos na pedra, colocamos as nadadeiras, entramos na água e já descemos no imenso poço de cabeça para baixo para facilitar a descida.

                         BLUE HOLE

                        
Logo que saímos do poço, passamos pela parte de baixo do arco e saímos na imensidão azul do Mar Vermelho, impossível ver o fundo do Mar, é tudo muito lindo e azul, nesse momento é que podíamos nos distrair com a beleza do paredão de corais e perder a noção de profundidade.

                        SAINDO BLUE HOLE 

                        BLUE HOLE

                      
Sem dúvida nenhuma, um dos pontos de mergulho mais conhecidos em todo o mundo. O mergulho foi muito maneiro. Água cristalina e quente (26 graus), visibilidade acima de 20m, vida marinha abundante e corais espetaculares.

                        PEIXES AMARELOS

                      
Depois de aproximadamente 45 minutos de mergulho saímos num outro local, onde os corais formam uma abertura até a costa facilitando a nossa saída.  Nossa van já estava no local com as nossas caixas para retirarmos o equipamento e nos encaminhar para o próximo mergulho no Canyon.

                         SAIDA BLUE HOLE

                         
Mais alguns minutos de Van e um tempinho de espera na margem, já estávamos prontos para mergulhar no incrível Canyon.  Nesse ponto nos equipamos em cima de um tapete por conta da areia.
                        
Para ir até o Canyon, entramos caminhando no mar com as nadadeiras na mão até a água bater no peito para facilitar colocá-las, por sorte nesse ponto não tem ondas, porque seria um tanto difícil caminhar num fundo de pedras com todo o equipo nas costas.

                        CANYON

                        ENTRANDO NA LAGOA

                        
Na foto abaixo dá para ver o fundo de pedras.

                         NA LAGOA

                        
Depois de colocar as nadadeiras, nadamos até uma lagoa azul linda com uns 2 metros de profundidade e com fundo de areia, por isso a diferença de cor.  Aí imergimos e começamos a curtir o lindo fundo do mar.

                        PEIXES

                       Logo chegamos ao esperado Canyon, uma fenda que se abre no fundo do mar. Descemos pela fenda uns 10 metros, até o fundo do Canyon onde tem areia.

                         ENTRANDO NO CANYON 

                        Nadamos e curtimos um pouco no fundo. Quando olhávamos para cima dava para ver a saída do Canyon com muita luminosidade, aos poucos fomos saindo e acostumando nossa visão novamente com o lindo azul do mar.

                                           CANION

                        SAIDA CANYON
                        Saindo do Canyon

                        
Na saída do Canyon, tem muitos corais e logo começamos a nadar num lugar misto, com muitos peixes, plantas e muita luminosidade.

                        PEIXINHOS

                        BARRACUDA
                       
Barracuda

                         OURIÇO
                        
Ouriços.

                         
Formações únicas é o ingrediente mágico de Dahab. Lugares como Canyon e Blue Hole são legendários, cada ano, grupos e mais grupos de mergulhadores chegam à região para conhecer esses locais. A saída do nosso mergulho foi pelo mesmo local onde entramos, na Lagoa Azul.

                         RECIFE

                         
Tiramos nosso equipamento, e fomos até o centrinho de Dahab para almoçar. A cidadezinha é pequena, mas aconchegante. Tem um calçadão na beira mar onde estão os restaurantes, lojinhas e pequenas pousadas.

                        DAHAB

                        QUIOSQUI

                        Almoçamos, falamos hasta la vista para Dahad, e viajamos de volta para Sharm El Sheikh.
A propósito, como hoje foi o dia do trabalho, trabalhamos duro para a consciência não pesar!!!

Finish

Adicionar comentário / Add Comment / Añadir Comentarios

Gostou do nosso site? Deixe seu comentário! Ele será publicado após a aprovação.


Share on Myspace
Voltar ao Topo